15/03/13

O amor entre mãe e filhos

Em Itália, à beira-mar, há dois anos e meio, viviam uma filha, um filho e uma mãe muito jovem, bela e trabalhadora que adorava os seus filhos. Certo dia, tiveram uma conversa sobre o amor que cada um sentia.
 A filha, Juliana, tinha 3 anos e tinha dito à mãe que ela era o seu ídolo, o seu troféu, que era a melhor mãe do mundo.
 A mãe, Marisa, muito emocionada, disse:
 - Eu amo-te muito, tu para mim és tudo, és a minha vida! Tu e o teu irmão.
 - Nós também te amamos muito mãe. - disseram os filhos.


Esta mãe e estes filhos eram muito próximos, muito divertidos e alegres. Tudo o que eles pediam, a mãe dava-lhes, era um amor incondicional.
 A mãe adorava mimar os filhos, adorava dar-lhe todo o seu carinho. Era uma mãe muito dedicada muito atenta, cuidadosa e responsável.
 O filho mais velho já andava na escola e tinha feito um cartão, para oferecer à mãe, que dizia o seguinte:
 - És a melhor mãe, és o meu ídolo e eu adoro-te muito.
 A mãe ficou muito emocionada. Esta viagem serviu para que cada um soubesse o amor que cada qual sentia pelos outros.
Texto de Daniela Almeida, Nª3, 8º A


Sem comentários:

Enviar um comentário