12/03/13

O poema


Num lugar distante, há dois rapazes chamados João e Pedro. Eles gostavam muito de fazer poemas, pois era o seu passatempo favorito e era onde passavam a maior parte do tempo.
Um dia, decidiram fazer um poema, mas desta vez diferente de todos os outros. Assim sendo, decidiram fazê-lo em conjunto.
Os poemas eram muito bons, bem feitos. As palavras rimavam todas umas com as outras e as pessoas que os liam, sentiam a harmonia perfeita que existia em todas as palavras.
Mas nesse dia, como já tinham pensado á algum tempo, fizeram um poema juntos.
O João virou-se para o Pedro e disse:
- Então, Pedro, será que é desta vez que iremos ter sucesso mais de que alguma vez tivemos?
- Sim, claro que vamos! Já que os nossos poemas são únicos e assim desta maneira ainda serão mais – disse Pedro.
- Então vamos lá começar! – disse João.
Com isto lá começaram eles a fazer o grande poema que seria do ponto de vista deles o melhor de todos, o melhor que alguma vez teriam feito!
Durante dois meses escreveram-no e o resultado final foi o que estavam a espera. Extraordinário era o nome indicado para aquele poema, pois quando o estavam a fazer, as ideias pareciam encaixar como peças, onde todas as frases rimavam umas com as outra.
No dia do lançamento estavam os dois nervosos pois aquele dia seria marcante, mas para bem deles correu tudo bem e o poema foi um sucesso por isso, nunca mais pararam de fazer poemas juntos.

Texto de: Rúben Simões, nº14, 9ºA

Sem comentários:

Enviar um comentário